:: Início  
:: O Que é  
:: A Clínica  
:: Aplicações  
:: :: Síndrome de Fournier
:: :: Barotrauma
:: :: Pé Diabético
:: :: Queimaduras
:: :: Actinomicose
:: :: Doença de Crohn
:: :: Embolias Gasosas
:: :: Gangrena Gasosa
:: :: Osteomielite
:: :: Ulcera Varicosa
:: Regulamentação  
:: Fotos da Clínica  
:: Corpo Clínico  
:: Vídeo  

Actinomicose

Nomes alternativos:
Maxilar inchado

Definição:
Infecção comum do rosto e pescoço que produz abscessos e seios de drenagem abertos.

Causas, incidência e fatores de risco:
A actinomicose é causada por uma bactéria anaeróbica (vive em um meio sem oxigênio) chamada Actinomyces israelii. É um organismo comum e normalmente não patogênico (que não causa doença) encontrado no nariz e garganta. Sua localização normal nessa região explica a razão pela qual a actinimicose aparece com maior freqüência no rosto e pescoço. Esse organismo é comum nas pessoas e por essa razão a infecção não é contagiosa.

A bactéria produz a doença quando penetra os tecidos faciais por meio de um trauma, cirurgia ou infecção. Uma vez dentro do tecido, ela forma um abscesso que produz um nódulo de consistência dura, de coloração vermelho-púrpura, freqüentemente na mandíbula, de onde vem o nome mandíbula inchada. Às vezes, o abscesso se rompe através da superfície da pele e produz um trajeto de drenagem. A actinomicose pode ocasionalmente ocorrer no peito (actinomicose pulmonar) e no abdome ou em outras áreas do corpo.

Sintomas:

  • inchaço ou um nódulo duro de coloração vermelho a vermelho-púrpura que aparece no rosto ou na parte superior do pescoço (veja nódulos no pescoço)
  • dor mínima ou ausente
  • presença de úlceras com drenagem na pele

Sinais e exames:

  • exame do fluido drenado ao microscópio demonstra "grânulos de enxofre" no fluido
  • exame microscópico mostra a presença da espécie de bactéria Actinomyces
  • cultura do tecido ou fluido mostra a espécie Actinomyces.

Tratamento
Trata-se esta doença a longo prazo, com a administração, durante 1 a 2 meses, de penicilina intravenosa e, a seguir, durante 6 meses por via oral. Outras drogas como eritromicina e tetraciclina têm sido eficientes. Obs.: a tetraciclina não é usualmente prescrita para crianças até que estas tenham todos os dentes permanentes, pois pode ocorrer a descoloração irreversível dos dentes que ainda estão se formando.

Pode ser necessária a drenagem cirúrgica da lesão.

Expectativas (prognóstico)
Espera-se uma recuperação completa com o tratamento.

Complicações
Pode surgir uma meningite após a infecção.

Solicitação de assistência médica
Solicite assistência médica se surgirem quaisquer sintomas deste distúrbio. O tratamento imediato acelera a recuperação.

Prevenção
Manter uma boa higiene oral.

 


Atenção:
As informações contidas neste website têm caráter informativo e educacional não devem ser utilizadas para realizar auto-diagnóstico, auto-tratamento ou auto-medicação.